Atualizado em 17 de agosto | 2021 por SAS

Como vimos no texto Alfabetização divertida: como começar e ideias práticas, abordagens, práticas pedagógicas e recursos mais lúdicos podem ajudar a tornar o processo de alfabetização atrativo para as crianças, o que é bom para desenvolvimento do ensino-aprendizagem. Os aplicativos para alfabetização podem fazer parte disso.

Soluções tecnológicas, como app para alfabetização, alinham-se às preferências dos alunos nativos digitais, motivam-os na participação das atividades, pois integram-se de forma natural à sua vida e aos seus interesses.

Que tal compreender mais sobre os aplicativos para alfabetização? Aqui, você descobrirá sobre os benefícios e os melhores apps para alfabetização disponíveis. Confira!

Por que utilizar aplicativos para alfabetização? 

Dinâmicos e criativos, os aplicativos para alfabetização podem fortalecer o protagonismo do aluno.

As crianças que nascem na era digital desenvolvem habilidades tecnológicas notáveis desde a mais tenra idade. Para elas, a realidade é constantemente permeada pela tecnologia. Na escola, recursos como apps podem mediar desde a interação com outros colegas, até a participação nas aulas.

Não é à toa que muitas das metodologias ativas fazem uso de tecnologias. Afinal, os aplicativos para alfabetização são meios eficientes para fazer com que, de maneira intencional e orientada pelo professor, o aluno assuma o protagonismo do conhecimento. 

O app para alfabetização possibilita que o aluno construa seu conhecimento de modo imersivo, ativo, participativo e engajador. Assim, o processo de alfabetização acontece de maneira contextualizada à realidade da criança.

Os melhores apps educacionais são estruturados de forma que as crianças se sintam motivadas a brincar, mas também aprendam ao mesmo tempo, muitas vezes sem perceber que estão fazendo isso. O que potencializa seu desenvolvimento.

Os aplicativos para alfabetização, portanto, apoiam o envolvimento ativo dos alunos, especialmente quando contam com desafios gamificados, estruturados a partir de aprendizagem adaptativa e objetivos pedagógicos consistentes, que fornecem feedback e recompensas.

O biólogo e filósofo britânico Herbert Spencer diz que “o grande objetivo da educação não é o conhecimento, mas a ação”. Esse é o objetivo dos recursos de aprendizagem baseados em tecnologia, como os apps para alfabetização, permitir que os alunos unam sinergicamente o aprendizado e a mobilização dos conhecimentos adquiridos, voltando-os para uma ação ativa.

Benefícios de utilizar aplicativos para alfabetização 

Você já deve ter visto em algum lugar a afirmação que diz que “hoje, temos escolas do século 19, professores com formações do século 20 e alunos com necessidades do século 21”, não é mesmo?

Os aplicativos para alfabetização contribuem para reduzir essa lacuna, trazendo as escolas para o contexto atual e mais moderno. Conheça alguns benefícios da adoção de um bom app para alfabetização:

  • O relatório do Instituto Clayton Christensen, demonstrou a existência de uma relação entre o uso de novas tecnologias e um incremento na qualidade do ensino-aprendizagem;
  • Para mais de 80% dos professores consultados em uma pesquisa realizada pela Gallup, os planos de aula que contam com o uso transformador da tecnologia são melhores para os estudantes conseguirem conectar sua aprendizagem ao mundo real;
  • Estudos que relacionam o uso de tecnologias na escola à redução dos níveis de evasão, relatam o aumento da frequência escolar e a alunos mais autônomos e responsáveis por sua aprendizagem;
  • A Academia Americana de Pediatria indica que há evidências de que os aplicativos podem oferecer suporte ao desenvolvimento acadêmico inicial das crianças;
  • Os apps para alfabetização também auxiliam no letramento digital dos alunos, pois  permitem que o aluno assuma um papel mais participativo e ativo, além de comprometimento e engajamento com seu aprendizado;
  • Os apps são recursos que permitem atividade de ensino remoto e híbrido. Também podem ser usados, com orientação dos pais e responsáveis, de maneira complementar em casa, o que aproxima a relação escola e família. 

8 exemplos de aplicativos para alfabetização  

Com o retorno gradual às aulas presenciais, os aplicativos para alfabetização podem ser uma opção de ensino híbrido.

Há diversas opções de aplicativos para alfabetização no mercado. Há alguns mais focados em determinadas fases da alfabetização ou processos mais específicos, como relacionar letras a sons falados, e outros mais abrangentes. Entre eles destacamos:

1. ABC do Duolingo

O Duolingo é um app utilizado por muitos jovens e adultos que estão aprendendo novos idiomas. Mas ele também oferece um app para alfabetização infantil, por meio de lições simples e gamificadas. 

2. Ler e Contar

Este aplicativo oferece atividades tanto para alfabetização quanto para aprendizado inicial de matemática e Libras. 

3.  GraphoGame

Este aplicativo para alfabetização é oferecido pelo Ministério da Educação, a partir de uma solução já utilizada e bem-sucedida em diversos países. O jogo educacional permite que o aluno aprenda a ler e identifique suas primeiras sílabas e palavras. Ele oferece o diferencial de estar disponível para uso também off-line. 

4. Aprender a Ler e Escrever (LetterSchool)

O foco deste app para alfabetização está em oferecer auxílio para a criança aprender a traçar as letras do alfabeto e começar a escrever. 

5. Khan Academy Kids

Apresenta atividades interativas para ajudar a desenvolver as habilidades de linguagem e leitura das crianças.

6. Silabando

Este aplicativo para alfabetização traz um game para aprendizagem de sílabas mais simples ou mais complexas e para o aprendizado de palavras associadas a imagens correspondentes.

7.  EduEdu

Esta opção agrega tanto recursos para alfabetização quanto para os processos de ensino-aprendizagem de matemática. 

8. Luz do Saber

Aplicativo desenvolvido pelo Governo do Estado do Ceará, a partir dos ensinamentos de Paulo Freire, Emilia Ferreiro e Ana Teberosky. Objetiva auxiliar na alfabetização dos alunos e em sua inserção na cultura digital.

Como escolher os melhores aplicativos para alfabetização  

Como foi possível perceber, há uma oferta abrangente de aplicativos para alfabetização. Para adotar aqueles que realmente irão auxiliar alunos e professores, é importante adotar alguns critérios na seleção, tais como:

  • Alinhamento da proposta do app ao Projeto Político Pedagógico (PPP);
  • Disponibilidade de investimento da escola (há apps gratuitos e outros com valores variáveis);
  • Facilidade de uso;
  • Reforço aos componentes essenciais para alfabetização trazidos pela Política Nacional de Alfabetização (PNA);
  • Conceitos e teorias que embasam as atividades devem ter consonância com aquelas adotadas na escola.

Lembre-se da BNCC

Os aplicativos para alfabetização auxiliam a escola a atender às habilidades exigidas pela BNCC.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) prescreve que os dois anos iniciais do Ensino Fundamental devem ter foco na alfabetização, para que, ao seu final, o aluno tenha domínio do sistema de escrita e consiga ler e escrever textos de diferentes gêneros. 

Além disso, a BNCC é clara sobre a necessidade de o aluno compreender e saber utilizar tecnologias digitais de maneira crítica, significativa, reflexiva e ética para se comunicar, produzir conhecimento, resolver problemas e desenvolver projetos. Os aplicativos para alfabetização podem auxiliar a escola em ambos os aspectos.

Entretanto, é importante destacar que os apps e demais recursos tecnológicos devem ser utilizados adicionalmente e não como única solução ou material didático principal para o ensino remoto ou híbrido. O suporte e a orientação dos professores ou, quando estiver em casa, dos pais e responsáveis, também é indispensável para que os objetivos pedagógicos sejam atingidos.

A missão do SAS Plataforma de Educação é oferecer a solução ideal para as escolas. Como o  Eureka!, a plataforma gamificada adaptativa do SAS, na qual os professores podem criar as missões e disponibilizar para que seus alunos respondam simultaneamente, gerando um momento mais interativo dentro da sala de aula. o SAS sempre está buscando desenvolver plataformas gamificadas que enfoquem em metodologias ativas e divertidas, que ajudam gestores e professores no dia a dia escolar. 

Quer descobrir mais sobre o SAS Plataforma de Educação e se tornar uma escola parceira? Entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores!