Atualizado em 10 de novembro | 2020 por SAS

Conduzir processos de gestão escolar no atual contexto da sociedade globalizada, que exige, cada vez mais, a  intensificação do uso de Tecnologias de Comunicação e Informação (Tics), é uma tarefa desafiadora para gestores escolares. 

A gestão escolar é o principal pilar da organização da escola. Por isso, os seus mecanismos precisam estar consolidados no cotidiano e compreendidos por todos os integrantes da equipe pedagógica.  

Existem diferentes estratégias e modelos de aplicação da gestão escolar que devem atender aos princípios da gestão democrática, estabelecida na Constituição Federal de 1988, inciso VI do artigo 206, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e no Plano Nacional de Educação

A gestão democrática é, portanto, um modelo que prevê a participação de toda a comunidade escolar nas decisões, incluindo professores, funcionários, alunos, pais e até lideranças políticas. A opinião de todos deve ser considerada nas etapas da gestão escolar, desde o planejamento pedagógico, até as questões administrativas. 

É importante que o gestor escolar esteja familiarizado com as tendências e práticas da gestão escolar, para evitar equívocos e facilitar o dia a dia. Por isso, preparamos um material para aprofundar o assunto. Confira!  

Qual a importância da gestão escolar?

A gestão escolar, além de otimizar processos da instituição, como o financeiro, também beneficia a ensino.

O sucesso de uma instituição de ensino não depende apenas do que é ensinado em sala de aula, mas é fruto também das escolhas que são feitas na gestão escolar, com relação às práticas pedagógicas e rotinas administrativas.

A gestão escolar é compreendida como um conjunto de medidas para otimizar os processos e tarefas da rotina da instituição de ensino, garantindo a qualidade da aprendizagem, o constante avanço dos processos educacionais e a manutenção da sustentabilidade da escola.

A ausência de uma gestão escolar eficiente gera impactos em todas as áreas da unidade de ensino, enquanto uma boa gestão escolar garante o funcionamento integrado e coordenado de todas as atividades escolares, acadêmicas e administrativas. 

Na prática, significa fazer uso produtivo de recursos financeiros, dos espaços físicos, de pessoas, reduzir custos, aumentar a qualidade do ensino e da sinergia entre os integrantes da equipe pedagógica.

Entre os principais objetivos da gestão escolar estão: simplificar fluxos de processos de trabalho, contribuir para melhorar as práticas pedagógicas e gerar soluções de gargalos que prejudicam a rotina escolar, seguindo os padrões de legalidade.  

Também é função da gestão escolar atender às expectativas da comunidade (pais, professores e alunos) e propor inovações, já que a escola exerce papel central na formação dos indivíduos e no futuro da sociedade

Portanto, é fundamental que a gestão escolar esteja em constante alinhamento às mudanças sociais e tecnológicas, estando comprometida com a efetiva implementação da gestão democrática, que torna possível o diálogo descentralizado e horizontal entre todos os envolvidos no processo de ensino.

Gestão escolar on-line

Entre alguns desafios da gestão escolar estão a administração de várias tarefas simultâneas, administração de tempo, documentos, pessoas e o desenvolvimento de estratégias para manter a saúde financeira da instituição, evitando a inadimplência, por exemplo, como acontece em qualquer atividade empresarial.

Soluções on-line de gerenciamento de informações podem facilitar a vida do gestor escolar e contribuir para a otimização do tempo e de recursos. Assim, sobra mais tempo para cuidar de outros aspectos que demandam sua atenção.

Existem softwares disponíveis no mercado que automatizam tarefas de controle de pagamentos, documentos do RH e da secretaria. Eles também organizam o fluxo de trabalho e facilitam a comunicação interna dos funcionários.

A digitalização dos processos de gestão escolar é uma tendência que contribui para aumentar a produtividade e os lucros, pois reduzem custos e tornam a comunicação entre as pessoas mais fluída e rápida.

Outro benefício é que as ferramentas de gestão escolar on-line aumentam a segurança do banco de dados da escola, pois contribuem para evitar ataques cibernéticos e perda de documentação. Isso porque as informações ficam armazenadas na nuvem, podendo ser acessadas, apenas, por pessoas autorizadas. 

Esses softwares também fornecem ao gestor relatórios de resultados que podem ser utilizados na revisão do planejamento escolar.

Aspectos da gestão escolar

Entre os principais pilares para uma gestão escolar está a gestão pedagógica, que visa trazer inovações para a sala de aula.

Entre os pilares de uma gestão escolar considerada eficiente estão:

  • Financeiro

A gestão desse aspecto é vital para a sobrevivência da escola. O seu papel é cuidar do orçamento, com atenta observação à redução de gastos e desperdício. Também envolve o aproveitamento de oportunidades de melhoria nos investimentos, a médio e longo prazo. A organização da gestão financeira também evita que casos de inadimplência prejudiquem o controle do caixa.

  • Pedagógico

A gestão pedagógica diz respeito a todo o planejamento e definição de metas do processo de ensino-aprendizagem. O seu foco é estabelecer as diretrizes que serão seguidas pelo corpo docente, implementar projetos, melhorar as práticas pedagógicas e trazer inovação no uso de metodologias de ensino e conteúdos. 

  • Acadêmico

O controle acadêmico está relacionado à gestão de tarefas, como matrículas, documentos, fluxos de transferência e remanejamento de estudantes, controle de notas, frequência, diários de professores, conteúdos aplicados em sala de aula e carga horária. 

  • Administrativo

A organização dos aspectos físicos e materiais de uma escola é muito importante e evita prejuízos financeiros. A gestão administrativa cuida pelo patrimônio, bens e as normas vigentes no ambiente escolar. A sua atuação também exemplifica como todos devem cuidar pela infraestrutura escolar. Ela cuida ainda de atividades de rotina da secretaria. 

  • Otimização de processos

Para que todas as atividades possam fluir, é necessário se livrar de burocracias e procedimentos obsoletos por meio da otimização os processos administrativos, implementando mudanças na forma de trabalhar, com processos mais ágeis e uso de ferramentas tecnológicas para facilitar e automatizar tarefas, como pagamento e matrículas. 

  • Aproveitamento do tempo

O tempo deve ser entendido como investimento, afinal, muitos gestores gastam horas em tarefas operacionais que podem ser simplificadas com o uso de softwares, com mudanças no planejamento estratégico da instituição e com a inserção de alternativas que integrem os departamentos e tornem a comunicação mais rápida.  

Qual o modelo de gestão ideal?  

O modelo de gestão escolar vai depender da realidade de cada instituição de ensino e do seu corpo pedagógico. Outra questão que deve ser ponderada é que cada escola tem o seu Projeto Político Pedagógico (PPP) com valores e propósitos distintos.

Além disso, embora as escolas possuam estruturas e recursos diferentes, o mais importante é manter a sinergia e o diálogo entre os membros da equipe pedagógica para superar os desafios e crises.


Portanto, dada a especificidade de cada escola, inclusive com as suas peculiaridades culturais e geográficas, não existe um modelo ideal. 

De acordo com pesquisas inspiradas nos estudos do pesquisador educacional José Carlos Libâneo, o modelo de gestão escolar é definido pela estrutura organizacional existente, a partir das leis e normas instituídas e das ideias e valores que a escola segue.   

Porém, cada vez mais, escolas públicas e privadas brasileiras têm buscado a implementação da gestão democrática e participativa no cotidiano. O que, na prática, não é simples, porque esse é um modelo que ainda esbarra na tradição do poder centralizado na figura do diretor. 

Outro ponto a ser observado é que a gestão escolar, para além dos muros da escola, também deve atender exigências econômicas, políticas e socioculturais. Por isso, o incentivo ao amplo debate e o cuidado com Projeto Político Pedagógico são caminhos seguros e produtivos para que, de fato, a gestão democrática aconteça na prática.

Como aplicá-los ?

Existem diferentes métodos e modelos de aplicação e todas as possibilidades devem ser discutidas em grupos, pensando no bem-estar e no desenvolvimento de alunos e professores.

Pensando nos modelos ditos acima e, principalmente, no PPP da instituições, as aplicações para uma gestão escolar podem ocorrer da seguinte maneira:

  • Automatize processos;
  • Invista em plataformas de gestão on-line;
  • Realize ações para evitar a inadimplência;
  • Faça campanhas de captação de novos alunos;
  • Planeje as tarefas junto com a equipe pedagógica; 
  • Aplique avaliações periódicas sobre os resultados da escola;
  • Ofereça treinamentos para professores em novas tecnologias; 
  • Incentive o desenvolvimento de habilidades de liderança no time escolar. 

Abaixo, deixamos uma lista de livros e filmes que podem servir de inspiração nesse processo:

Livros:

  • “Gestão democrática na escola: artes e ofícios da participação coletiva”, de Dinair Leal da Hora;
  • “Organização e Gestão da Escola – Teoria e Prática”, de “José Carlos Libaneo;
  • “Planejamento, Gestão e Legislação Escolar”, de Geraldo José Sant’Anna;
  • “Tecnologias na Formação e na Gestão Escolar”, de Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida e Myrtes Alonso;
  • A Gestão Participativa na Escola e Liderança em Gestão Escolar, ambos de Heloísa Lück;

Filmes:

  • Escritores da Liberdade;
  • Quando sinto que já sei;
  • Entre os muros da escola.

Dicas para ter uma boa gestão escolar

É importante compreender a fundo o papel do gestor escolar e criar um ambiente que favoreça o desenvolvimento do potencial das pessoas e de novas ideias. 

Dessa forma, se basear no modelo de gestão democrática e participativa facilita bastante a boa gestão escolar. Invista, também, na formação da equipe pedagógica e estimule o desenvolvimento de habilidades socioemocionais na escola. 

Abaixo, destacamos outras dicas que fazem a diferença na gestão escolar eficaz:

  • Ouça o corpo docente;
  • Aprenda com os erros;
  • Realizar alinhamentos recorrentes;
  • Reconheça a importância da família na escola.

Planejamento estratégico para a gestão escolar

O planejamento é um documento anual que define metas e estratégias, de médio e longo prazos, e que funciona como guia para que os objetivos da escola sejam cumpridos.

Geralmente realizado logo no início das aulas, está previsto na LDB e serve, também, para apontar as mudanças que precisam ser feitas. Além disso, elepode ser alterado e revisado durante o ano letivo. 

Como o SAS pode ajudar?

O SAS possui consultoria pedagógica especializada, assessoria de gestão e formação continuada de professores.

Dessa maneira, a solução completa da plataforma ajuda escolas a construírem currículos em sintonia com as demandas da sociedade, proporcionando uma Educação de Excelência. Para saber mais como o SAS pode ajudar a sua escola, clique aqui