Atualizado em 10 de maio | 2022 por SAS

Como a sua escola trabalha a questão da musicalização na educação infantil? 

A música, muitas vezes, é uma expressão artística que surge na vida das crianças antes delas nascerem. Afinal, é comum mulheres grávidas cantarem canções para os bebês, e os pais quase sempre possuem uma canção de ninar na ponta da língua para fazer os pequenos dormirem. 

Na escola, as canções contribuem para o desenvolvimento físico, mental e emocional dos alunos, uma vez que trabalham habilidades relacionadas à coordenação motora, à linguagem oral, expressão de sentimentos, comunicação, entre outros aspectos. 

Sabendo de todas essas questões, uma escola que investe na musicalização na educação infantil proporciona um aprendizado mais lúdico e completo para as crianças, destacando-se no mercado educacional. 

Quer entender mais? Então, siga com a leitura e descubra como colocar a prática musical em ação no local onde atua. 

O que é a musicalização?

A musicalização na educação infantil é fundamental para estimular habilidades socioemocionais e motoras.

Musicalização é um termo ligado ao uso da música como ferramenta de mediação para a construção do conhecimento. Ou seja, por meio do trabalho com ritmo, melodia e harmonia, é possível ensinar diversos conteúdos e trabalhar habilidades como:

  • pensamento crítico;
  • interação social;
  • criatividade;
  • autoconhecimento;
  • paciência;
  • concentração;
  • comunicação.  

A música sempre esteve presente na evolução da sociedade, sendo uma parte cultural e de linguagem importante para a maior parte dos povos. 

No contexto educacional, ela aparece desde a antiguidade. Na Grécia, por exemplo, a música era considerada fundamental na formação dos cidadãos, juntamente com a filosofia e a matemática. 

No entanto, atualmente, nem todas as escolas brasileiras encaram a música com o destaque que ela merece, deixando-a em segundo plano perante outras disciplinas.

Por que inserir a musicalização na educação infantil?

A musicalização na educação infantil é prevista na BNCC e pode contribuir para o desenvolvimento de uma escola mais inclusiva, interativa e preparada.

Como mencionamos, a música contribui para o desenvolvimento do indivíduo de diversas maneiras. 

Entretanto, a musicalização na educação infantil tem papel de destaque. Afinal, é nesta fase que os sistemas nervoso central e neuropsicomotor das crianças estão em plena formação, enquanto os estímulos sonoros contribuem para o aprimoramento das conexões cerebrais e para a percepção do mundo ao seu redor. 

Ao terem contato com diferentes tipos de musicalização na educação infantil, inclusive aquelas emitidas pelo próprio corpo, os pequenos adquirem:

  • maior consciência corporal;
  • melhor compreensão quanto a diferenças individuais;
  • mais facilidade para memorização de sequências;
  • maior capacidade de socialização com outras crianças;
  • maior facilidade para aprenderem outras culturas e idiomas;
  • mais interesse pelo desenvolvimento da linguagem verbal e o processo de alfabetização;
  • maior liberdade para expressar emoções. 

BNCC e musicalização

A musicalização na Educação Infantil aparece nas recomendações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), inserida no campo de experiências “Traços, sons, cores e formas”, o qual deve ser trabalhado com crianças de 0 até 5 anos e 11 meses. 

Além disso, quando olhamos os principais direitos de aprendizagem trazidos pela Base para Educação Infantil, encontramos os seguintes pontos:

  • conviver;
  • brincar;
  • participar;
  • explorar;
  • expressar;
  • conhecer-se. 

Todos eles podem ser trabalhados por meio da música. Afinal, a musicalização na educação infantil ajuda os pequenos a:

  • expressar sentimentos e emoções;
  • conviver com diferentes culturas;
  • explorar ritmos e movimentos;
  • participar de atividades com outras crianças;
  • conhecer mais o próprio corpo, suas limitações e habilidades, bem como entender quais suas preferências musicais;
  • brincar por meio de atividades lúdicas, que estimulam a criatividade e o desenvolvimento cognitivo e social.

Como trabalhar a musicalização na Educação Infantil?

A musicalização infantil pode ser trabalhada de diversas formas. Conheça algumas dicas do SAS Plataforma de Educação!

Com tudo o que explicamos até aqui, você já percebeu que a musicalização na educação infantil é algo muito importante para as crianças, certo? Sendo assim, o SAS Educação mostra como colocar esse tipo de ação em prática na sua escola. 

Para ajudá-lo nessa jornada, selecionamos algumas dicas para fazer essa inserção de forma efetiva. 

Promova o contato com a música desde que os alunos são bebês

Quanto mais cedo as crianças entrarem em contato com o processo de musicalização, melhor. A partir dos 6 meses, os bebês já podem frequentar aulas de música e ter contato com diferentes tipos de instrumentos, como chocalhos, pandeiros, reco-reco, corneta, triângulo, etc. 

Você também pode criar sessões de relaxamento com os bebês. Para isso, coloque uma música tranquila na hora do cochilo ou momentos antes de finalizar o horário escolar. 

Aqui também é válido trabalhar questões relacionadas à coordenação motora, estimulando as palmas ou batidas de pés.

Faça brincadeiras envolvendo cantigas de roda

As cantigas de roda são uma ótima oportunidade para desenvolver interação social com as crianças, assim como habilidades motoras. Fora isso, também são uma maneira de resgatar algumas questões culturais. 

Apresente diferentes instrumentos musicais 

Caso sua escola tenha condições financeiras, invista na aquisição de instrumentos musicais variados, promovendo o contato das crianças com cada um deles. Assim, elas poderão testar diferentes sons e usar habilidades variadas para utilizar os objetos, escolhendo aqueles que mais chamam sua atenção. 

Crie projetos musicais 

Você, enquanto gestor ou professor, pode se dedicar à execução de projetos musicais, como a criação de um coral, uma banda ou mesmo uma apresentação de final de ano. 

A ideia aqui é envolver os alunos em atividades que ultrapassem os muros da escola e possam envolver a comunidade externa. 

Mostre aos professores a importância da musicalização 

Se você atua como gestor, realize campanhas ou invista na formação do corpo docente para o desenvolvimento de atividades de musicalização na educação infantil. Assim, os professores terão mais conhecimento para criar ações envolvendo aprendizagem e música. 

Faça um musical com fantoches

Esta é uma atividade muito bacana para chamar a atenção dos pequenos e trabalhar o desenvolvimento de diferentes habilidades. Afinal, você pode usar os fantoches e criar histórias musicadas para falar sobre emoções, empatia, consciência ambiental ou apresentar o alfabeto, por exemplo. 

Alterne a cadência das músicas 

Cada música tem o seu próprio ritmo: algumas são mais agitadas, outras são lentas, umas possuem batidas bem marcadas. Enfim, os trabalhos sonoros são diversos. 

Pensando nisso, você pode pegar uma canção, modificar o ritmo dela e estimular os alunos para que percebam essa mudança

Nesse caso, primeiramente apresente a versão original da música e ensine-a às crianças. Depois, proponha uma brincadeira com a turma: pegue a mesma música e diga que agora vocês vão cantá-la em um ritmo diferente, seja mais rápido ou mais devagar. 

Crie coreografias para as músicas 

Como mencionamos ao longo do texto, um dos benefícios da musicalização na educação infantil é o estímulo à coordenação motora. 

Dessa maneira, quando for apresentar uma música aos pequenos, associe a ela uma coreografia, por mais simples que seja. Isso vai ajudá-los a trabalhar o movimento corporal, assim como a noção de ritmo. 

Trabalhe a musicalização para além das aulas de artes 

Em geral, associamos a musicalização com atividades diretamente ligadas às aulas de artes. Todavia, a sua escola não precisa trabalhar com músicas apenas nesses momentos. 

Na verdade, você pode utilizar canções de diferentes maneiras e para desenvolver conhecimentos diversos, que vão muito além da teoria musical propriamente dita. 

O SAS Educação está ao lado das escolas no processo de musicalização. Possuímos consultores pedagógicos que vão auxiliar professores e gestores a desenvolverem atividades lúdicas com o uso de canções. 

Além disso, oferecemos suporte em diversas outras situações escolares, bem como soluções de ensino variadas. Sendo assim, entre em contato com um de nossos consultores e informe-se sobre todos os benefícios de ser um parceiro SAS. 

Caso tenha interesse, vale a pena conferir os conteúdos publicados em nosso blog. Sempre trazemos materiais exclusivos e interessantes para gestores e professores. Acesse as abas de “gestão escolar” e “práticas pedagógicas” e confira.