Atualizado em 6 de janeiro | 2022 por SAS

A infraestrutura escolar é parte essencial da jornada de estudos e do histórico educacional de um aluno. A disponibilização de ambientes e ferramentas de qualidade influencia diretamente o desempenho dos estudantes e na qualidade de vida dos profissionais envolvidos. Ter uma boa infraestrutura escolar é tão importante quanto profissionais qualificados para a educação de crianças e adolescentes.

Quando falamos em infraestrutura escolar, nos referimos não somente à qualidade dos ambientes educacionais presentes nas escolas, mas também dos materiais e oportunidades disponibilizadas aos alunos.

Outro ponto necessário na discussão sobre infraestrutura escolar é a importância de possibilitar acesso fácil e inclusão aos alunos com necessidades especiais. A tecnologia oferecida nas escolas também deve ser considerada nesta categoria, pois são ferramentas que interferem diretamente na qualidade dos estudos.

Por conta disso, o SAS preparou um conteúdo especial e completo para conhecermos mais detalhes sobre o que é a infraestrutura escolar e como melhorá-la! Gostou da proposta? Continue com o SAS Plataforma de Educação para saber mais!

O que é uma infraestrutura adequada?

Uma boa infraestrutura escolar oferece aos seus colaboradores e estudantes ambientes e materiais escolares de qualidade e oportunidades de desenvolvimento.

A infraestrutura de algo é a base que sustenta sua edificação, sua manutenção e seu funcionamento, seja uma estrutura concreta ou abstrata. No caso da infraestrutura escolar, mantêm-se estas mesmas definições. 

A qualidade da infraestrutura escolar é indispensável para o bem-estar dos alunos, tanto o físico, devido à necessidade de um bom ambiente de estudos, quanto para o bem-estar mental, devido à importância das ferramentas oferecidas pela escola para o desenvolvimento das competências e habilidades dos estudantes.

Ao considerar o fato de que a sala de aula é o lugar em que os estudantes mais passam tempo enquanto estão na escola, é possível perceber o quão fundamental é a disponibilização de carteiras e cadeiras ergonômicas que contribuam para seu conforto e boa postura. A boa iluminação e a ventilação também são fatores muito importantes na sala de aula, para melhor concentração do aluno e qualidade de vida.

Também é de extrema importância que professores e auxiliares sejam qualificados em suas áreas de atuação e possuam acesso a boas condições de trabalho, como a infraestrutura escolar adequada de bibliotecas e laboratórios que forneçam minimamente o básico para o estudo e a pesquisa, usando como base o Plano de Ensino de cada ano.

Por exemplo, as bibliotecas devem dispor de todos os materiais que constam nos projetos das turmas, como livros didáticos e obras literárias obrigatórias, em quantidade necessária para suprir a demanda de todos os alunos, enquanto os laboratórios de ciência devem ser equipados com recursos tecnológicos que sigam as normas ABNT.

Desde o material que reveste o piso e as paredes, até utensílios como tubos de ensaio, microscópio e extintor de incêndio, todos devem ser corretamente aplicados e verificados periodicamente.

O mesmo se aplica aos laboratórios de informática: é fundamental a providência de diversos computadores com os softwares necessários instalados e acesso à internet. No caso do laboratório de artes, a disponibilização de materiais obrigatórios para a execução das aulas é indispensável, como tintas, papéis, telas, entre outros.

Ainda, para uma infraestrutura escolar apropriada, os alunos devem ter um refeitório bem estruturado que ofereça uma alimentação nutritiva e balanceada com todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento de seu conhecimento, bem como acesso a saneamento básico de qualidade. Os banheiros devem ter boas estruturas e apresentar o necessário para higiene básica, como água limpa, sabão e papel higiênico.

Outro ponto extremamente importante é que as escolas assegurem uma infraestrutura escolar inclusiva aos alunos portadores de necessidades especiais. É fundamental que a escola tenha rampas de acesso para cadeirantes, professores capacitados para atender aqueles que possuam dificuldades de aprendizado e intérpretes de LIBRAS que acompanhem os alunos surdos ou mudos.

Quem é responsável pela infraestrutura escolar?

A gestão escolar é fundamental e responsável pela melhoria da infraestrutura escolar.

Muitas escolas brasileiras ainda têm uma infraestrutura escolar mal equipada, seja em problemas com saneamento básico, salas de aulas pouco arejadas, biblioteca em falta de obras literárias ou merenda escassa aos alunos.

Por mais que o problema seja sistemático, há algumas coisas que os gestores escolares podem fazer para ajudar no combate à falta de infraestrutura escolar. Os gestores de escolas devem considerar a infraestrutura uma das prioridades para investimento do colégio. Assim, é possível que parte da renda da administração da instituição seja aplicada na melhoria dos aspectos das estruturas básicas, físicas, didáticas ou de apoio.

O papel do gestor na busca por uma boa infraestrutura escolar é basicamente diagnosticar as necessidades da unidade escolar e de sua comunidade e procurar investir em melhorias futuras.

Como resolver a falta de infraestrutura escolar?

Ambientes adequados e com materiais ricos refletem uma boa infraestrutura escolar e incentiva as relações sociais e o uso dos espaços escolares.

Para resolver os problemas da infraestrutura escolar, o gestor pode procurar investir em aperfeiçoamentos de algumas áreas específicas na escola, levando a melhorias gerais. Confira algumas dicas que o SAS Plataforma de Educação separou para você:

Tenha um Projeto Político-Pedagógico bem estruturado

O Projeto Político-Pedagógico (PPP) é um plano elaborado pelas escolas que descreve seus objetivos, metodologias e espaços escolares. É um guia para apresentar a proposta pedagógica que todos os profissionais da instituição de ensino seguirão para levar o conhecimento aos seus alunos.

A elaboração do Projeto Político-Pedagógico e o desenvolvimento de suas propostas pedagógicas são de extrema importância para avaliar e monitorar o alcance dos objetivos e seu desempenho.

Portanto, ao definir um PPP, fica mais fácil para o gestor escolar indicar quais recursos são essenciais para a evolução dos estudantes da instituição de ensino e para a execução do Projeto. Desta forma, é possível definir quais melhorias devem ser realizadas na infraestrutura escolar com maior facilidade. É um bom primeiro passo.

Invista em novas tecnologias e ferramentas

O uso da tecnologia no contexto educacional é imprescindível, pois faz parte do cotidiano dos alunos fora da escola e muitas vezes eles a dominam mais que alguns professores. Por isso, é importante que a instituição ofereça bons recursos tecnológicos unidos às práticas pedagógicas, mostrando que a escola acompanha a evolução tecnológica e proporciona aos seus estudantes oportunidades para o desenvolvimento de habilidades dinâmicas. 

Alunos que têm acesso a boas tecnologias e ferramentas podem desenvolver com maior facilidade suas competências e hobbies, mas também existem os benefícios para a escola. Podem ser ofertados softwares e plataformas para computar atividades administrativas que integrem toda a equipe de gestão escolar com melhor organização, assim como programas de renovação de empréstimos de livros na biblioteca, de envio de materiais aos alunos e de registros de desempenho, avaliações e notas dos estudantes pelos professores.

No caso de disponibilizar boas ferramentas e tecnologias, também é importante que a escola disponibilize laboratórios bem equipados. Laboratórios de ciências são essenciais para melhorar a qualidade de ensino e desenvolver o interesse dos alunos, fixando o aprendizado teórico por meio das práticas laboratoriais.

Ofereça bom espaço físico e condições básicas

Como comentado anteriormente, o espaço físico e condições básicas da escola, como boas salas de aula e saneamento básico são essenciais para o desenvolvimento do estudante, mas outro benefício que a estrutura física da escola pode trazer ao aluno é a promoção das relações sociais.

Os espaços de interação e descontração entre alunos, inclusive de diferentes turmas e séries, são importantes para o desenvolvimento de suas habilidades sociais e para o bom convívio.

Mais uma vez, lembra-se da importância da acessibilidade quando pensamos em infraestrutura escolar. É necessário investir em rampas de acesso, corrimãos, banheiros adequados, materiais disponíveis em braile, professores capacitados para ensino de Educação Especial, intérpretes de LIBRAS e outros recursos que garantam a inclusão de todos os alunos.

Incentive os alunos a usarem as novas ferramentas e mantenha os pais informados

Mais do que investir em melhorias na infraestrutura, também é importante mostrar o quão necessárias elas foram. Incentivar os alunos com bons projetos para o bom proveito das novas ferramentas, espaços e tecnologias adquiridos é uma ótima forma de mostrar a investidores e superiores que sua escolha em melhorar a infraestrutura escolar enquanto gestor foi um sucesso.

Afinal, há algo mais efetivo do que integrar os próprios alunos nos processos escolares? Com o Novo Ensino Médio, o incentivo em usar os espaços escolares pode ser estimulado. Aproveitar os componentes itinerários complementares pode ser uma ótima estratégia para implementar um modo que eles aproveitem melhor a infraestrutura escolar oferecida.

Contar com o apoio dos pais também é importante. Mantê-los informados sobre os aperfeiçoamentos feitos na escola, explicando os objetivos das mudanças, é essencial para que haja entendimento sobre os investimentos escolares e para que os pais possam incentivar seus filhos a participarem, cada vez mais, das atividades e oportunidades que a instituição de ensino proporciona.

Mas a questão é: quer aplicar melhorias na infraestrutura escolar da sua unidade, mas não sabe por onde começar? O SAS Plataforma de Educação está ao lado do professor, gestor e aluno em todos os momentos e, neste caso, não seria diferente. Temos uma consultoria especializada em entender sua realidade e orientar os melhores caminhos que sua comunidade escolar pode seguir. Consulte um dos nossos especialistas!