Atualizado em 7 de dezembro | 2020 por SAS

Nessa reta final, ampliar o repertório de redação do ENEM é fundamental! Preparamos uma proposta de redação e sugestão de repertório, pra você praticar com a gente! Confira! 

Faltam menos de dois meses até a próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio e, até lá, ainda é possível aprimorar habilidades e repertórios de redação do ENEM, que é uma das etapas mais importantes do exame. 

A Redação é uma prova com particularidades avaliativas, divididas sob cinco competências principais.  Compreender as competências e o formato do texto dissertativo-argumentativo é uma das formas de garantir um bom desempenho.  

Porém, a compreensão das regras não é a única coisa levada em consideração! Os candidatos devem, também, conseguir desenvolver uma argumentação coerente à proposta e buscar apresentar em sua escrita um repertório de redação que dê fundamento ao seu discurso.  

E, para isso, praticar redação com diferentes propostas torna-se uma forma de melhorar a escrita e desenvolver o repertório acerca de diferentes temáticas.  

Para ajudá-lo(a) nessa missão, preparamos o Pratique Redação! do SAS no Enem, uma série na qual vamos apresentar uma sugestão de proposta e indicações de repertórios de redação do Enem (culturais, legislativos, informativos, etc.) sobre aquele tema, para você praticar sua escrita já fazendo uso das referências repertoriais. Vamos nessa?  

Caneta à mão, jogador(a)!  

 PROPOSTA DE REDAÇÃO – PRATIQUE REDAÇÃO! #1 

Alternativas para melhorar a mobilidade urbana no Brasil 

TEXTOS MOTIVADORES 

TEXTO I 

De acordo com uma pesquisa do Sistema Firjan, o impacto das longas viagens pendulares casa-trabalho sobre a produtividade, chamado de produção sacrificada, tem crescido ano após ano.  Considerando os  deslocamentos  acima de 30 minutos, mais de 17 milhões de trabalhadores brasileiros demoram, em média, 2 horas nessas viagens.  Assim, a imobilidade urbana gera um prejuízo superior a R$111 bilhões ao ano para a economia do país. Entre as 37 áreas metropolitanas estudadas, a que registrou o maior tempo de deslocamento foi a do Rio de Janeiro, onde 2,8 milhões de trabalhadores levaram, em média, 141 minutos nas viagens entre casa e trabalho. A área metropolitana de São Paulo apareceu na sequência, com média de 132 minutos para mais de 5,5 milhões de trabalhadores. Audiência pública vai discutir incentivos fiscais para empresas que aderirem ao teletrabalho.  

Tiinside. 13 abr. 2018. Disponível em: http://tiinside.com.br.Acesso em: 17 jan. 2019.  

TEXTO II 

[…] Se uma cidade ou uma região quer crescer, atrair mais empregos, indústrias e negócios, uma das primeiras coisas que as empresas avaliam antes de investir é a infraestrutura de transportes dela, se poderão receber seus insumos e escoar sua produção eficientemente, se seus funcionários poderão ir e voltar do trabalho rápido e facilmente. Assim, os investimentos em mobilidade urbana tornam uma cidade ou uma região mais atraentes para as empresas que pretendem construir novas fábricas, escritórios  etc.  Muitos estudos mostram que o aumento dos investimentos em mobilidade urbana é acompanhado por ganhos econômicos tanto para a cidade quanto para seus habitantes. Por outro lado, cidades com problemas de mobilidade que não investem o que podem ou devem para melhorar esta situação sofrem prejuízos. […]  Fecham seus negócios, reduzindo as receitas com impostos e aumentando o desemprego. Então, investir na melhoria da mobilidade urbana não é só uma maneira de atrair novos negócios para a cidade, mas também de manter e desenvolver os nela já instalados. […]  

BAIMA, C. Mobilidade tem forte efeito na economia e na qualidade de vida, afirma especialista. O Globo, 11 set. 2013. Disponível em: https://oglobo.globo.com.Acesso em: 17 jan. 2019. 

TEXTO III 

TEXTO IV 

Tornar a mobilidade urbana eficiente exige uma mudança profunda de mentalidade e paradigmas, como forma de tornar as cidades mais acessíveis, inclusivas e acolhedoras. […] As ruas, por exemplo, devem ser multimodais, espaços de convivência e encontro, a fim de favorecer o caminhar, o uso de bicicletas, Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), ônibus e patinetes e dar opções de deslocamento à população, sem predomínio do automóvel e da velocidade. Há vários modelos de calçadas a serem adotados, tendo em vista que a mesma rua atravessa vários bairros e apresenta diversos contextos, explicou o arquiteto e urbanista Fabiano José Arcadio Sobreira. 

Melhoria da mobilidade urbana exige mudança de cultura, diz professor. 

Disponível em: https://www12.senado.leg.br.Acesso em: 29 abr. 2019 

PROPOSTA DE REDAÇÃO 

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Alternativas para melhorar a mobilidade urbana no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. 

REPERTÓRIOS 

  • Direito de ir e vir 

Na Constituição Federal de 1988, o direito de ir e vir está previsto no artigo 5º como um dos direitos e uma das garantias fundamentais. O inciso XV desse artigo afirma que “é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens.”, ou seja, esse direito consiste na liberdade de locomoção dentro do território brasileiro. 

  • Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU) 

A Lei 12.587/12, que institui as diretrizes para a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), estabelece como prioridade para as cidades o transporte coletivo, público e não motorizado, em vez do individual, particular e motorizado. Ela propõe princípios, diretrizes e instrumentos para orientar os municípios a planejar o sistema de transporte e de infraestrutura viária para circulação de pessoas e cargas, capaz de atender à população e contribuir para o desenvolvimento urbano sustentável. Para isso, prevê mecanismos para garantir preços acessíveis no transporte coletivo, vias exclusivas para ônibus e bicicletas, restrição de circulação de veículos privados em determinados horários e cobrança de tarifa para utilização de infraestrutura urbana, como estacionamentos públicos. 

  • Mobilize Brasil 

O site Mobilize Brasil (mobilize.org.br) é o primeiro portal brasileiro de conteúdo exclusivo sobre Mobilidade Urbana Sustentável, cujo principal objetivo é contribuir com a melhoria da mobilidade urbana e da qualidade de vida nas cidades brasileiras, a fim de que as cidades sejam mais humanas e democráticas, com transporte público de qualidade, mais estrutura cicloviária e calçadas acessíveis, gerando menos acidentes e um ar mais limpo. Para isso, busca prover conhecimento e conteúdo relevante, abrangente e de diversas formas sobre mobilidade urbana sustentável, fomentar o debate público sobre a temática, disseminar uma cultura cidadã participativa em prol da melhoria da qualidade de vida nas cidades e pressionar governos para implantarem políticas públicas efetivas de mobilidade urbana sustentável. 

  • Veículos Alternativos de Mobilidade no Brasil 

Diante da necessidade atual de diversificação de modais para melhorar a mobilidade urbana, em algumas cidades brasileiras, já são oferecidos diversos serviços de compartilhamento de veículos alternativos. Segundo pesquisa do G1, esses modais se concentram hoje da seguinte forma: 

  • Dia mundial sem carro 

O Dia Mundial sem carro é uma data internacional celebrada no dia 22 de setembro, em cidades do mundo todo, que tem como objetivo estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias que revejam a dependência que criaram em relação ao carro ou à moto. A ação tem como fundamento que as pessoas experimentem, pelo menos nesse dia, formas alternativas de mobilidade, descobrindo que é possível se locomover pela cidade sem usar o automóvel e que há vida além do para-brisa. Neste dia, são realizadas atividades em defesa do meio ambiente e da qualidade de vida nas cidades. Esse movimento foi criado na França, em 1997, e foi sendo incorporado ao longo dos anos por outros países. 

Após a leitura da proposta, dos textos motivadores e dos repertórios de redação sugeridos, pratique sua escrita seguindo as normas padrões do ENEM. Quer relembrar quais são elas? Confira aqui! 

Boa redação, jogador(a)!  

O material com proposta de redação, textos motivadores e repertórios utilizados nesta postagem foram concedidos pelo Laboratório de Redação do Colégio Ari de Sá.