Atualizado em 12 de abril | 2022 por SAS

A multidisciplinaridade tem sido uma boa alternativa para projetos pedagógicos trabalharem as propostas do Novo Ensino Médio, possibilitando um aprendizado focado nos objetivos que respeitam o processo individual de cada aluno.

O Novo Ensino Médio foi criado, principalmente, pelo alto índice de evasão escolar e pelo baixo resultado em avaliações de mensuração da aprendizagem coletiva no Brasil. Assim, a proposta do Novo Ensino Médio é de dialogar com a realidade da juventude e com as demandas tecnológicas e sociais atuais para tornar ainda mais significativo o ensino-aprendizagem.

Assim, a multidisciplinaridade auxilia as novas propostas de efetivação do Novo Ensino Médio, oferecendo mecanismos para que os estudantes tenham um conhecimento mais geral dos temas apresentados pelo professor, considerando diferentes materiais.

Quer entender o que é multidisciplinaridade e seu objetivo? Vem com a SAS, especialista no Novo Ensino Médio, para entender melhor como adaptar sua realidade para alcançar melhores resultados!

O que é multidisciplinaridade na escola?

Muitos professores se deparam com o questionamento de como trabalhar as habilidades e competências fundamentadas pela BNCC no Novo Ensino Médio. A multidisciplinaridade pode ser uma solução.

A multidisciplinaridade é o processo de compreender um objeto (fato, história, situação, etc) por diferentes disciplinas, sem apresentar ligações entre elas. Por exemplo, se a televisão for um objeto da multidisciplinaridade, ela pode ser entendida:

  • pela sua composição química;
  • pela contextualização com seu período histórico;
  • por sua região geográfica;
  • pelas lógicas linguísticas utilizadas pelos produtores de informação.

Várias disciplinas completam os sentidos acerca do objeto, mesmo sem estabelecer relação entre elas.

Qual a diferença entre multidisciplinaridade e interdisciplinaridade?

A multidisciplinaridade permite diferentes perspectivas de aprendizagem sobre um mesmo assunto.

Uma dúvida muito comum é: qual a diferença entre interdisciplinaridade e multidisciplinaridade? Por mais que sempre tenha essa confusão, é importante entender a diferença entre esses conceitos, pois na prática eles são bem diferentes! 

Para não confundirmos mais, o SAS explica para você, confere só:

Educação multidisciplinar

A educação multidisciplinar estuda um determinado tema ou objeto pela visão das diversas matérias. Dessa forma, garante-se que as habilidades e competências de cada matéria sejam trabalhadas de maneiras separadas, mas através de um fio condutor para que o aprendizado seja contextualizado em uma determinada situação.

Portanto, na multidisciplinaridade várias disciplinas cooperam no entendimento do objeto, mas cada uma trabalha um aspecto específico dentro de sua área e com o seu método.

Educação interdisciplinar

Já a educação interdisciplinar, observa as relações que ocorrem entre as matérias para compreender o tema ou objeto em questão. Na interdisciplinaridade a junção das matérias, seus aspectos e métodos se faz fundamental.

Trata-se do processo que estabelece uma conexão entre os conhecimentos, o que permite ter uma visão de determinado tema que integre as diferentes áreas do saber.
Se interessou pela educação interdisciplinar? Confira o nosso e-book e mais dicas!

Por que investir na multidisciplinaridade escolar?

Com a multidisciplinaridade assuntos e acontecimentos não são limitados por disciplinas específicas.

A ideia de construir pontes entre disciplinas tem sido uma preocupação dos gestores nas escolas que buscam qualificar seu ensino. E, a multidisciplinaridade pode ajudar você.

No Novo Ensino Médio o aluno é o protagonista do seu aprendizado, possibilitando maior compreensão do seu papel no mundo. Com isso, a gestão escolar deve oferecer ferramentas para que eles possam aplicar os conhecimentos de diferentes disciplinas numa mesma situação.

Quando uma escola opta pelo ensino multidisciplinar, ela melhor capacita seus estudantes, tornando a absorção dos conhecimentos mais fluida, prazerosa e eficaz ao usar o mesmo assunto em diferentes áreas.

Investir na multidisciplinaridade escolar significa melhorar a participação estudantil, a integração entre os professores de diferentes áreas, além de tornar o projeto de ensino mais atrativo e perto da realidade dos alunos, por exemplo.

Os principais benefícios da multidisciplinaridade

É responsabilidade dos professores e gestores a aplicação da multidisciplinaridade dentro das instituições de ensino, visto que traz muitos benefícios. Mas você sabe quais são essas vantagens? O SAS separou as mais importantes, dá uma olhada:

Maior envolvimento dos alunos

A multidisciplinaridade pode ser uma ótima estratégia para engajar os alunos. Quando a escola faz o exercício de aproximar o ensino da realidade dos estudantes, o envolvimento e interesse nos processos de aprendizagem aumentam!

Conteúdos diferentes

O antigo método segmentado dos conteúdos ficou para trás com a multidisciplinaridade. Os conteúdos das matérias ganham mais sentido e dinâmica com um tema orientador das disciplinas, oferecendo abertura aos professores para pensar em conteúdos diferentes para o desenvolvimento das habilidades e competências de cada disciplina. 

Desenvolvimento socioemocional

No Novo Ensino Médio, com as aplicações da multidisciplinaridade, o desenvolvimento socioemocional é maior desenvolvido.

O desenvolvimento socioemocional valoriza as particularidades de cada um, dissipandoo modelo tradicional de apreciação única de aptidões. Afinal, os indivíduos são mais profundos do que a camada superficial de capacidade de decorar fórmulas e métodos.

Desenvolvimento do aprendizado

Seja em sala de aula ou em laboratório, torna-se mais fácil para o estudante assimilar os conteúdos, pois estes se conectam, dando linearidade à construção do aprendizado.

Recuperando o exemplo da televisão, anteriormente citado, na Química podemos aprender sobre as composições dos cristais das telas, na Física sobre as ondas VHF, na Sociologia sobre como as pessoas se comportam diante do entretenimento, e assim por diante.

Eventualmente, as discussões entre professores e alunos se tornam mais estimulantes, o que ocasiona no estudante uma sensação maior de pertencimento e igualdade em sala de aula.

Como trabalhar a multidisciplinaridade no Novo Ensino Médio?

O SAS Plataforma de Educação ajuda gestores e professores a integrarem a multidisciplinaridade na escola.

A educação multidisciplinar possibilita que as crianças entendam que o mundo é integrado, por isso é fundamental saber como implementar, certo?

Por meio de projetos, os professores da turma podem selecionar um tema em comum que queiram trabalhar como, por exemplo, o Meio Ambiente, as Mudanças Climáticas, os Meios de Comunicação, entre outros assuntos atuais. 

Ao definir o tema, elenca-se as habilidades e competências que serão trabalhadas em cada disciplina de acordo com a temática escolhida. Ao decorrer do ano letivo, o assunto é trabalhado por cada professor, enquanto o aluno consegue absorver os conhecimentos de modo mais organizado. 

Por fim, sugerimos que uma atividade interdisciplinar seja proposta para que, além do aluno poder entender como cada matéria lida com o objeto, ele possa interligar os conhecimentos e relacioná-los com os contextos.

Gostou da dica? Junte-se aos milhares de gestores e professores que possuem o SAS Plataforma de Educação como parceiro na implementação do Novo Ensino Médio. Tanto nesse processo, quanto em outras situações escolares, oferecemos soluções e suporte às instituições de ensino para alcançar os melhores resultados.

Não pare por aqui! No nosso blog você encontra diversos conteúdos e materiais alinhados à BNCC que ajudarão. Entre em contato com um dos consultores do SAS e tenha ajuda personalizada.

O SAS Educação tem grande familiaridade com o Novo Ensino Médio, além de serviços no campo da educação. Acessando a aba “gestão escolar” e “práticas pedagógicas”, você encontra conteúdos exclusivos e fundamentais para os gestores e professores.