Atualizado em 4 de maio | 2022 por SAS

A atividade volta às aulas pós pandemia gera dúvidas e ansiedade em muitos profissionais da área da educação. Afinal, apesar dos avanços em torno da vacinação, ainda existem restrições e cuidados a serem tomados quando se trata de interação social. 

As regras relacionadas ao distanciamento, uso de máscaras e higienização constante dos ambientes seguem em vigor. Porém, as aulas presenciais já estão retornando em todo o país. 

Pensando nisso, gestores e professores precisam ter atenção na hora de acolher os estudantes e realizar atividades pedagógicas, priorizando sempre a saúde e o bem-estar das crianças e dos adolescentes. 

Por isso, o SAS trouxe algumas dicas de atividade volta às aulas pós pandemia para estimular o aprendizado e ainda se divertir com os alunos. Pronto para conferir?

O que esperar da volta às aulas pós pandemia?

O SAS Plataforma de Educação preparou diversas dicas para você aplicar na sua atividade volta às aulas pós pandemia.

Antes de tudo, é importante ter em mente que os estudantes não estão retornando para a escola após um período de férias regular. A pandemia e os momentos de isolamento social atingiram toda a sociedade e, é claro, as crianças também foram afetadas por essa situação

Cada família enfrentou problemas específicos (financeiros, doenças, perdas decorrentes de um falecimento etc.). Sendo assim, é normal que os alunos voltem com dificuldades de aprendizagem, bem como com uma carga emocional que precisa ser trabalhada. 

Além disso, o próprio modelo de ensino passou por várias mudanças desde o início da pandemia. As aulas foram adaptadas ao ensino remoto, professores precisaram aprender novas tecnologias e a gestão precisou equilibrar todas essas mudanças.

Inclusive, muitas instituições escolares estão utilizando o sistema híbrido de ensino nesse retorno. Essa é uma maneira de reduzir as interações físicas sem perder a qualidade de ensino e ainda dinamizar o processo de aprendizagem. 

Assim, você, gestor ou professor, precisa elaborar uma atividade volta às aulas pós pandemia. Mas, como fazer isso? O SAS explica! 

Como organizar a atividade volta às aulas pós pandemia?

É importante realizar ajustes que respeitem os protocolos de saúde na atividade volta às aulas pós pandemia.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), nesse momento de volta às aulas, as atividades devem ser feitas, prioritariamente, de forma individual. 

É preciso pensar em práticas que não envolvam contato físico, mas que ainda sejam divertidas e proporcionem acolhimento aos alunos.  

É importante priorizar, neste primeiro momento, dinâmicas que trabalhem habilidades socioemocionais. Afinal, como mencionamos, as crianças passaram por muitas situações e emoções negativas durante a pandemia. 

Então, é comum estarem com emoções guardadas, desreguladas ou até mesmo refletindo os sentimentos dos pais. Também é possível terem dificuldade nos processos de adaptação à rotina escolar tradicional após tanto tempo em casa. 

Por isso, utilize uma ou duas semanas para desenvolver as competências  socioemocionais dos estudantes. Você pode trabalhar aspectos como:

  • autoconsciência para identificar emoções;
  • consciência social para desenvolver habilidade de empatia;
  • autogerenciamento para ajudar os estudantes a controlar impulsos;
  • tomada de decisão responsável para ajudá-los a identificar problemas e lidar com eles de forma responsável;
  • relacionamento em grupo.

Para facilitar seu processo de organização das atividades de volta às aulas pós-pandemia, vale a pena seguir alguns passos: 

1. Faça um planejamento 

Programe o tipo de atividade que você fará, os dias e a duração. Veja as adaptações que precisará fazer e os materiais que serão utilizados na atividade volta às aulas pós pandemia. Planeje também como será a dinâmica com cada criança.  

2. Organize a estrutura física 

Como você sabe, manter o distanciamento social é importante para cuidar da saúde de toda a comunidade escolar. Dessa maneira, a estrutura física da instituição deve estar adaptada para proporcionar esse procedimento de segurança. 

Você pode, por exemplo, organizar o espaçamento entre as carteiras na sala de aula e utilizar os espaços abertos do local para elaborar algumas das atividades que estão no seu planejamento.

3. Priorize as atividades socioemocionais 

Como explicamos anteriormente, as atividades socioemocionais devem ser prioridade neste momento de retorno às aulas. Isso porque elas têm o objetivo de ajudar os alunos a se expressarem, lidar com a ansiedade, superar dificuldades de adaptação e sentirem-se acolhidos.  

4. Trabalhe a socialização e a rotina 

Entre as atividades realizadas, trabalhe aspectos ligados à socialização. Afinal, crianças e adolescentes passaram muito tempo em isolamento social, impactando o desenvolvimento das habilidades interpessoais. 

Além do mais, estando em casa, é comum que muitos alunos não tenham tido uma rotina adequada de estudos. Então, a atividade volta às aulas pós pandemia deve ajudar a inseri-los novamente no cotidiano escolar.  

5. Utilize técnicas de neuroaprendizagem 

É possível que muitos estudantes apresentem dificuldades de aprendizagem nesse momento de retorno às aulas. Portanto, utilizar algumas técnicas da neurociência para facilitar o desenvolvimento cognitivo é uma boa opção. Uma delas é a atenção auditiva, que pode ser usada em uma contação de história. Curioso? Daremos um exemplo no próximo tópico.

Dicas de atividade volta às aulas pós pandemia 

Inovar na atividade volta às aulas pós pandemia é fundamental para o bom desenvolvimento dos estudantes.

Para ajudar você, gestor ou professor, a organizar sua atividade volta às aulas pós pandemia, o SAS Plataforma de Educação selecionou seis ideias de dinâmicas simples de serem executadas, dá uma olhada:  

Como estou me sentindo? 

Aqui o objetivo é fazer os alunos se expressarem. Entregue um círculo em branco a cada um e peça para desenharem uma expressão que represente como estão se sentindo naquele momento. 

Depois diga para todos sentarem em círculo, mostrarem a carinha feita e falarem um pouco sobre o motivo de estarem se sentindo dessa maneira. 

Música “Cara de Quê”

Atividades com música são sempre muito divertidas e estimulam a coordenação e o movimento corporal.

Por isso, nossa dica é utilizar a canção “Cara de Quê?” para realizar a dinâmica com os alunos. Criada pela dupla Coração Palpita, ela tem uma letra que fala sobre emoções e trabalha muito as expressões faciais. 

Dessa maneira, você pode incentivar as crianças a seguirem a letra e reproduzirem as caras citadas na música. 

Garrafa do agradecimento 

Esta é uma atividade volta às aulas pós pandemia para estimular os alunos a refletirem sobre tudo de bom que os rodeiam. 

Escreva várias palavras que podem ser fonte de agradecimento (família, amigos, pais, escola, casa etc.) e coloque dentro de uma caixa. 

Pegue uma garrafa pet e coloque algumas pedrinhas dentro para fazer barulho e dar peso. 

Em seguida, reúna os alunos em círculo e rode a garrafa. O estudante para o qual ela apontar deve pegar uma palavra da caixa e ler em voz alta. 

Suponha que tenha saído a palavra “família”. A partir daí, cada um precisa falar algo que gostaria de agradecer à sua família ou refletir sobre algo de bom relacionado a ela. 

No final da atividade, as crianças devem escrever o que falaram em um pedaço de papel e colar em um mural na sala de aula.

Balão estourado 

Esta é uma ótima atividade para fazer os alunos se apresentarem no início do ano letivo

Você precisará de vários balões coloridos e deverá colocar dentro de cada um deles os nomes dos estudantes da sua turma. Depois cole os balões na parede. 

Peça para uma criança escolher um dos balões e estourá-lo com um palito de churrasco. A pessoa com o nome que sair deve se levantar e falar um pouco sobre si mesma (dizer o que gosta de fazer, qual a sua idade, como foram as férias etc.). 

Dependendo da idade das crianças, você também pode utilizar os nomes para trabalhar o processo de alfabetização.

Contação de histórias

A contação de histórias é uma ótima maneira de transmitir ensinamentos para as crianças, despertar a curiosidade e trabalhar a concentração

Para evitar distrações durante a narração, é possível utilizar a técnica de atenção auditiva da neuroaprendizagem. Neste caso, coloque um áudio com o relato da história e dramatize as cenas com fantoches ou bonecos. 

Como o áudio está tocando, não há o risco de interromper o processo narrativo e desconcentrar a turma. 

Outra opção é utilizar um livro com uma história simples e significativa para trabalhar questões variadas. Você pode, por exemplo:

  • pedir para a criança desenhar como se sentiu ao ouvir a história;
  • pedir para observar as diferentes emoções que sente ao longo de um dia e depois descrever para a turma;
  • propor um tema e pedir para o estudante dizer como se sente em relação a ele como o retorno à escola.

Criação de histórias 

O intuito da criação de histórias é montá-la com a ajuda dos alunos para desenvolver a atenção e a criatividade. Sendo assim, peça para fazerem um círculo e defina o tema da narração. 

Em seguida, você pode iniciar a história ou pedir para outro estudante começar. Defina um tempo de narrativa para cada aluno e acione o cronômetro. 

Quando o alarme tocar, a pessoa da vez deve interromper a narrativa de imediato e quem estiver ao lado precisa dar continuidade ao enredo. 

Agora você tem diversas opções de atividade volta às aulas pós pandemia para colocar em prática. É possível escolher apenas uma das dinâmicas apresentadas ou realizar várias delas com seus alunos.  

Nesse momento de retorno, o importante é promover acolhimento às crianças, as ajudando a se expressar e compreender as próprias emoções

As escolas parceiras do SAS Plataforma de Educação recebem orientação completa nesse período. Nossos consultores auxiliam professores e gestores a realizar as atividades corretamente, esclarecendo dúvidas e realizando ajustes quando necessário. 

Para se tornar uma escola parceira SAS, converse conosco e conheça todos os benefícios ofertados. Clique e saiba mais!