Atualizado em 6 de janeiro | 2022 por SAS

 “Viver sem ler é perigoso. Te obriga a crer no que te dizem.” A fala de Mafalda, personagem criada por Quino, mostra a importância de valorizarmos a leitura dentro da sociedade. E, no Novo Ensino Médio, essa é uma questão que permeia várias das competências cobradas pela BNCC. Pensando nisso, que tal desenvolver um projeto de leitura em sua escola?

Se você não souber do que estamos falando ou tiver dúvidas sobre como colocar um projeto de leitura em prática, o texto de hoje vai ajudá-lo.

Afinal, ao longo dos próximos tópicos, apresentaremos um passo a passo para que você possa dar início a esse tipo de proposta com os estudantes. Além do mais, vamos mostrar diferentes formas de deixá-los engajados nessa atividade pedagógica. Acompanhe!

O projeto de leitura é excelente para trabalhar interpretação e redação de textos.

O que é um projeto de leitura?

Projeto de leitura é uma estratégia educativa que tem como objetivo incentivar ou despertar o hábito de ler em determinado público.

Desenvolver um projeto do gênero com estudantes do Ensino Médio tende a ser um grande desafio, mas é algo importante. Isso porque a leitura é uma ferramenta indispensável para o desenvolvimento de várias habilidades e competências, incluindo pensamento crítico, interpretação textual, aumento do repertório cultural etc.

Mesmo sendo algo relevante, o número de brasileiros que têm o costume de ler está diminuindo. 

De acordo com a quinta edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, o índice de leitores caiu de 56% para 52% entre os anos de 2015 e 2019.

A pesquisa também identificou que a maior parte das pessoas não termina de ler os livros que começa. Sendo assim, da média de 5 livros que cada brasileiro lê por ano, apenas a metade é finalizada.

Tal realidade reflete a dificuldade que a população possui para interpretar textos em geral, incluindo notícias. Nas escolas, os principais problemas incluem, por exemplo, vocabulário limitado, grande quantidade de erros ortográficos e baixa concentração

Diante de tudo isso, criar um projeto de leitura é uma ótima maneira de engajar os alunos a terem maior contato com livros e textos de outros formatos por meio de ações lúdicas. 

Como consequência, eles poderão desenvolver a criatividade, a imaginação e as habilidades de escrita.

Como fazer um projeto de leitura para o Ensino Médio?

Como mencionamos, pode ser difícil despertar o interesse dos estudantes para um projeto de leitura, principalmente quando estão no Ensino Médio.

Sendo assim, você, enquanto professor ou gestor, precisa criar uma proposta muito bem definida para conseguir engajar esses jovens

Até porque, além de despertar o prazer da leitura, é importante que a atividade esteja dentro do Projeto Político Pedagógico da instituição e tenha diretrizes claras do que será trabalhado.

Além de promover um maior engajamento com o projeto de leitura, os livros também podem ser adaptados para outras atividades da escola.

Passo 1

O primeiro passo para a criação do projeto de leitura é conversar com os alunos para definir uma temática em torno da qual as atividades serão realizadas.

Esse diálogo desperta o protagonismo do educando, ideia que permeia toda a construção do Novo Ensino Médio. Além do mais, é uma ótima maneira de entender o que chama a atenção dos jovens e de construir um projeto que vá de encontro à realidade deles.

Como consequência, o nível de participação da turma tende a aumentar.

Passo 2

Com o tema definido, os professores devem estabelecer os resultados que pretendem alcançar durante e ao final do projeto de leitura. 

Isso vai ajudar na construção das atividades, no processo avaliativo e na organização do cronograma pedagógico.

Nesta etapa, leve em conta as dez competências listadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Você pode trabalhar todas elas em seu projeto, mas o ideal é escolher duas ou três para dar ênfase.

No que se refere à leitura, as competências que mais se destacam são as que envolvem:

  • Competência 2 – o desenvolvimento do pensamento científico, crítico e criativo;
  • Competência 4 – a comunicação;
  • Competência 7 – argumentação.

Passo 3

A próxima etapa do planejamento envolve a definição das atividades pedagógicas que serão realizadas

É importante que elas coloquem o estudante no centro do processo de aprendizagem e o desafiem a buscar soluções para os problemas apresentados.

Neste momento, você também deve definir a duração de cada atividade, estruturar como serão as avaliações, pensar na necessidade de organizar passeios fora da escola e na realização de eventos.

Passo 4

Neste passo, você vai listar tudo o que precisará para colocar o projeto de leitura em prática. Isso inclui materiais (livros, artigos, jornais, revistas, filmes, imagens etc.), infraestrutura (projetor, computadores, tablets, plataformas educacionais, entre outros) e pessoas.

Dependendo do caso, pode ser preciso envolver professores de várias disciplinas nas atividades, contar com o apoio das famílias ou com a presença de alguns convidados da comunidade externa.

Esta é uma etapa bem importante, principalmente para que possa analisar a viabilidade do projeto e os custos que estarão envolvidos no mesmo.

Através do projeto de leitura, você pode propor debates focados em comunicação e argumentação.

Passo 5

O passo seguinte é definir o cronograma das atividades. Ou seja, quais serão as etapas de produção e as datas de entrega de cada tarefa do projeto de leitura?

A nossa dica aqui é organizar prazos semanais ou quinzenais, ao invés de deixar lacunas de tempo muito grandes entre uma atividade e outra. 

Afinal, isto pode desmotivar os estudantes e fazer com que acabem procrastinando. E, consequentemente, é provável que muitos atrasem as leituras e as realizem em cima da hora, não aproveitando ao máximo seu conteúdo.

Por outro lado, quando os professores estabelecem metas menores, o engajamento aumenta. Além do mais, essa é uma forma de promover, aos poucos, as discussões de leitura, dando maior tempo para o aluno refletir sobre as informações analisadas.

Passo 6

Como último passo do desenvolvimento de um projeto de leitura aparece a bibliografia. É aqui que professores e gestores devem debater sobre quais livros e textos merecem estar na proposta.

É possível trabalhar apenas com obras literárias ou envolver publicações de gêneros variados, como crônicas, reportagens e até mesmo produções que não envolvem a linguagem escrita, incluindo filmes, desenhos, pinturas etc.

Também fique atento e opte por livros cujos conteúdos possam ser trabalhados em mais de uma disciplina. Bons exemplos são:

  • Eu Sou Malala (Editora Companhia das Letras), que levanta questões políticas, sociológicas e geográficas;
  • Arco de Fogo (Editora Novo Conceito), que trata de temas como a conservação da Amazônia, exploração ilegal de madeira e leis relacionadas ao assunto;
  • Toda a série de O Cemitério dos Livros Esquecidos (Editora Suma de Letras), que aborda a importância da leitura e trata de questões históricas ligadas à Espanha pós segunda guerra.

Por fim, ainda vale a pena conversar com os alunos e perguntar quais livros eles gostariam de ver no projeto e tentar encaixá-los dentro do planejamento pedagógico previamente definido.

Criando um projeto de leitura no Novo Ensino Médio

Como você deve saber, o Novo Ensino Médio preza pelo protagonismo do aluno no processo de aprendizagem. Por conta disso, trabalhar com metodologias ativas e com a aprendizagem baseada em projetos é tão privilegiado nas diretrizes da BNCC. Assim como as atividades interdisciplinares.

Além do mais, dar ao estudante a liberdade para escolher o que deseja estudar é outro ponto de destaque no documento. Tanto que o currículo se divide entre a formação geral básica (FGB) e os itinerários formativos. Nestes, o jovem consegue optar por seguir as trilhas que mais chamam a sua atenção.

E, no que se refere ao projeto de leitura, é possível inseri-lo tanto no programa relacionado à FGB, quanto nos itinerários. Aqui, nós vamos dar algumas ideias práticas de como você pode fazer isso:

Organize círculos de leitura

O objetivo aqui é promover uma leitura coletiva de determinada obra. Você pode pedir para os estudantes se alternarem na hora de ler as páginas de um livro ou solicitar que façam uma leitura prévia e apenas debatam o conteúdo no encontro.

Também vale marcar alguns círculos com a presença dos pais, engajando todos no projeto.

Incentive trabalhos envolvendo desenhos e colagens

A ideia desta atividade é incentivar a criatividade e observar os diferentes pontos de vista dos estudantes sobre determinado texto.

Sendo assim, em paralelo à atividade anterior ou de forma isolada, peça para os adolescentes apresentarem as histórias que leram por meio de desenhos e colagens.

Depois os trabalhos podem ser apresentados em sala de aula ou exibidos em uma exposição dentro da escola.

Realize análises críticas entre obras literárias e suas adaptações audiovisuais

Esta é uma ótima maneira de trabalhar o conceito de leitura para além do texto escrito, apurar o senso crítico dos estudantes e ainda fazê-los refletir sobre os diferentes tipos de linguagens narrativas.

Elabore peças teatrais

Utilizar peças de teatro como forma de representação ou para debate de obras que compõem o projeto de leitura é outra possibilidade.

Aqui, você pode incentivar os alunos a participarem de uma peça que corresponda ao livro lido ou fazer uma apresentação adaptada aos dias atuais, realizando modificações críticas do texto original.

Promova atividades de produção textual

Com base nos materiais lidos durante o projeto, você pode pedir para os educandos desenvolverem diferentes produções textuais. Vale criar slogans de publicidade, poesias, crônicas ou até elaborar finais alternativos para os livros trabalhados.

Todas essas atividades são ótimas para melhorar habilidades de interpretação, concatenação de ideias e redação.

Crie um projeto de leitura e desenvolva atividades para seus alunos desenvolverem seu próprio protagonismo.

Crie atividades de combate às fake news

As fake news são, atualmente, um problema real dentro da sociedade. E um dos motivos para elas terem tanta força é que as pessoas não têm o hábito de conferir as fontes das notícias que leem.

Sendo assim, dentro do projeto de leitura, você pode trabalhar com os estudantes atividades que envolvam:

  • Desenvolvimento do senso crítico;
  • Capacidade de filtrar as informações encontradas na mídia;
  • Compreensão do que significa manipulação da informação e como isso funciona;
  • Verificação da origem de uma notícia etc.

E então, você está preparado para criar um projeto de leitura na escola onde atua?

Como deu para notar, essa é uma estratégia bem positiva para os alunos e pode ser aplicada de várias maneiras. E o SAS Educação está aqui para ajudá-lo em todo esse processo. 

Afinal, somos experts nas regras do Novo Ensino Médio e nossas escolas parceiras contam com orientação pedagógica de profissionais especializados. Venha fazer parte da nossa rede de escolas parceiras SAS. Clique no banner abaixo e entre em contato com um de nossos consultores!