É tempo de adaptação: desafios e oportunidades do momento que estamos vivendo na Educação

abril | 2020

Vivemos uma etapa da nossa história, que nos impõem desafios sem precedentes. Mais do que nunca, precisamos de nossos corpos e mentes fortes para atravessarmos esse momento, com serenidade e vitalidade. Mas a pergunta que não quer calar, é: como? O que é essencial e indispensável, para que nós possamos nos reinventar diante deste cenário tão atípico? 

É fato que, nestes tempos de isolamento domiciliar e paralisação coletiva de diversos setores, podemos nos tornar mais ansiosos ou frustrados. A incerteza do que virá e os números cada vez mais alarmantes, sem dúvida, podem nos fazer sentir impotentes. Entretanto, precisamos ser capazes de utilizar os últimos acontecimentos para protagonizarmos a transformação da educação. 

Sim, é verdade que as escolas fecharam suas portas, e alunos e professores foram mandados para casa. Mas, a sala de aula permanece ativa, não mais como antigamente, mas adaptada a um novo modelo totalmente digital. E, diante disso, escolas, professores, pais e alunos devem assumir um novo papel, segundo apontou o historiador e professor Leandro Karnal, na live transmitida pelo canal do SAS no YouTube, no dia 1º de abril.  

De acordo com ele, o mundo está pedindo que a gente repense, não um modelo apenas de escola, mas o próprio modelo de educação e de produção de conhecimento. 

“Não vai sobreviver quem é forte, mas quem tiver condições de se adaptar. Não sobrevive quem tem a pele mais dura, a garra mais densa, que voa mais alto. Sobrevive quem se adapta à mudança do ambiente, e o nosso ambiente mudou”, completa. 

E Karnal está certo, esse é o momento de mudar a educação, esse é o momento que vai separar amadores de profissionais. Afinal de contas, vão vencer aqueles que conseguirem, com criatividade, tirar grandes aprendizados deste cenário transitório. Como ele mesmo disse, nós somos, hoje, desafiados a fazer algo muito mais complexo, que não é apenas mandar material de estudo para o aluno, mas compartilhar o processo de ensino-aprendizagem com ele. 

Por isso, ser protagonista em um momento histórico como este é ter o poder para editar, condensar, corrigir e aceitar, com clareza, os dilemas da inovação. É impor limites para uma cocriação sadia, na qual dividiremos responsabilidades com aprendizes e familiares, a fim de assegurar uma interação sustentável. O poder da influência, da agilidade, adaptabilidade, iniciativa e da comunicação eficaz, nos coloca à frente nas tomadas de decisão. Agora é hora de assumir a responsabilidade pelo que realmente importa: educar os aprendizes para a vida, traduzindo, de maneira simples, como as tecnologias afetam suas competências cognitivas e socioemocionais. 

Podemos dizer que temos nos esforçado continuamente para isso. Desde o início do isolamento domiciliar, o SAS vem aprimorando seus recursos e oferecendo serviços digitais de excelência cada vez mais completos, para nossas escolas parceiras e para as famílias. Ainda não temos todas as respostas e, talvez, ainda não tenhamos atingido o modelo 100% ideal. Porém, caminhando de mãos dadas com educadores, alunos e pais, estaremos a um passo de conquistá-lo. 

Esta contingência não vai acabar da noite para o dia, pode durar uma estação, duas ou mais. O confinamento nos exigiu pensarmos de forma diferente os nossos papéis, encontrando na troca, novas maneiras de pensar, sentir, executar, compartilhar. Não há uma receita que se enquadre, mas o entendimento de que podemos cocriar novos cenários, quebrar paradigmas, repensar formatos, ouvir nossos aprendizes, reverter métodos. 

Muito ainda há de acontecer, o ano mal começou. E, embora o futuro seja incerto, temos a certeza de as escolas podem contar com a gente para superar qualquer dificuldade. Nós do SAS estamos debruçados em soluções capazes de auxiliar os agentes da educação nesse momento, fazendo prevalecer a nossa missão: transformar pessoas por meio da Educação de Excelência, sendo protagonista na evolução da forma de ensinar e aprender. Venceremos juntos. 

Para saber mais sobre como o SAS pode contribuir com a sua Escola, clique neste link

Categorias:

Autor do artigo