Atualizado em setembro | 2020 por SAS

Todos os anos, diversos  professores no Brasil inteiro, enfrentam o desafio de  preparar seus alunos para o vestibular, selecionando as melhores dicas para o Enem, para que jovens e adultos com o desejo e a expectativa de entrarem nas melhores universidades públicas ou particulares, consigam alcançar o seu sonho.

Os professores que se habilitam a fazer parte deste time precisam estar preparados para atender às demandas dos seus alunos, oferecendo informação e conhecimento de qualidade

Como parte deste processo, cabe aos professores darem alternativas para o estudo, por meio de dicas para o Enem e, também, demonstrarem empatia pelo momento em que os alunos se encontram

Confira aqui várias dicas que você pode colocar em prática com as suas turmas!

9 dicas dicas para o Enem: veja como preparar seus alunos! 

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tem por objetivo avaliar o aprendizado geral do estudante, bem como suas competências em interpretar e analisar as proposições apresentadas.  

Mais do que se debruçar sobre os livros, é fundamental que o aluno conheça sua forma de pensar e interagir com os novos conhecimentos. Isto significa passar por um processo de autoconhecimento em suas habilidades de aprendizado.

Mas, como o aluno pode se preparar para o Enem? Será que esta é uma responsabilidade exclusiva do professor ou há, também, uma parcela de compromisso da gestão pedagógica das escolas neste processo? 

Veja abaixo dicas importantes que podem fazer toda a diferença nas aulas e no resultado que seus alunos poderão alcançar no exame. 

Aborde o tema com bastante antecedência

Se planeje, juntamente com os demais professores, abordando assuntos que poderão ser tratados no Enem.

Quando falamos em tema do Enem, pensamos quase que exclusivamente no tema para a redação. Com certeza este é um dos pontos mais relevantes na rotina de estudo, mas, para além disso, é possível focar nos temas mais recorrentes nas demais disciplinas. Por exemplo, em Biologia, são comuns questões sobre humanidade e ambiente e citologia. 

Já em Química, há uma tendência de cobrarem questões de físico-química e química geral. Mecânica, eletricidade e energia são exemplos de conteúdos abordados na Física.

Na área de Ciências Humanas e suas Tecnologias, os enunciados mais comuns falam sobre idade contemporânea, Brasil colônia, geografia agrária e meio ambiente. Ética e justiça e o mundo do trabalho  também aparecem com certa frequência.

Já na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, é fundamental abordar temas como leitura e interpretação de textos, assim como estrutura textual e análise de discurso. Para se preparar bem para o Enem, também é preciso entender sobre leitura e artes. 

Fique atento: Geometria e aritmética são assuntos usuais nas provas de Matemática. 

Acessando o conteúdo do Raio X do Enem, você saberá quais são os assuntos mais cobrados no Enem. Não deixe de conferir!

Explique, detalhadamente, como funciona a prova

Para a edição 2020, muitas mudanças aconteceram por causa da pandemia, entre elas, o adiamento das datas da prova. Mais importante do que nunca, é preciso estar bem informado para explicar aos alunos como vai funcionar o novo modelo.

1. Prova digital x prova impressa: poderão participar do Enem digital os estudantes que têm o ensino médio concluído até o final de 2020.  Os alunos treineiros poderão fazer somente a prova impressa.

2. Conteúdo da prova: o conteúdo permanece o mesmo, com 180 questões divididas em dois dias. O primeiro dia é destinado à redação, Linguagens e Códigos e Ciências Humanas. No segundo dia de prova, será a vez de Ciências da natureza e Matemática.

Além das informações, a dica aqui é trabalhar com pontos que gerem segurança ao aluno para realizar a prova com um pouco mais de tranquilidade. Quanto mais referências o estudante tiver para não passar por situações estressantes, maiores as chances de um resultado positivo.

Trabalhe com a interdisciplinaridade

Uma das dicas para o Enem é trabalhar de maneira interdisciplinar, uma vez que faz parte da responsabilidade da gestão pedagógica das escolas, além de auxiliar o entendimento de áreas de conhecimento que estão inter-relacionadas. 

Algumas dicas em relação à preparação dos alunos de maneira interdisciplinar:

  • Pense em um desafio de interesse geral e amplie os conhecimentos de diferentes disciplinas para que seja possível compreender pormenores do assunto;
  • Ouça os alunos, suas ideias e sugestões, pois são eles os maiores interessados no aprendizado;
  • Se envolva nas pesquisas e se necessário faça reuniões regulares com os professores das demais disciplinas.

Dar a oportunidade dos alunos expandirem seu repertório sociocultural é extremamente produtivo e positivo.

Reforce sobre a gestão do tempo

Ter controle sobre o tempo utilizado poderá ajudar muito o aluno, evitando que ele fique aflito no decorrer da prova.

Gestão do tempo é um tema de enorme importância na vida das pessoas e, durante o Enem, essa competência passa a ser fundamental

Uma alternativa para utilizar bem o tempo de prova é dar como dica aos alunos a priorização da redação, além de definir tempo máximo para cada questão

Você também pode incentivar os alunos a dividirem a redação em diferentes momentos – procurar o tema, ler a proposta, os textos motivadores e escrever algumas palavras que estão associadas ao tema. 

Um primeiro passo que pode fazer diferença quando o assunto é ministrar o tempo na redação é construir as ideias de forma organizada, ou seja, pensar o que inserir na introdução, desenvolvimento e solução.

Feito isso, o aluno pode partir para a próxima área de conhecimento e realizar a leitura das questões.

Trabalhe com a redação 

A expectativa para ir bem na redação é ponto comum entre os estudantes. Mas não zerar neste quesito exige conhecer algumas dicas que devem ser repassadas aos alunos

A estrutura do texto, por exemplo, deve ser no formato dissertativo-argumentativo. Usualmente acompanhada por ilustrações, notícias ou outras referências, o tema base é composto por um desafio contemporâneo e espera que o aluno proponha uma solução.

Como as proposições para a redação têm sido até então baseadas em questões relacionadas aos direitos e deveres humanos, meio ambiente, diversidade e outros que afetam diretamente o nosso dia-a-dia, uma das dicas é estar “antenado” nos acontecimentos atuais e seus impactos na humanidade.

Elaborar uma lista com possíveis temas e trabalhar a escrita uma vez por semana por, pelo menos, 9 meses, ajuda o aluno a ter refletido sobre, aproximadamente, 40 temas diferentes

Mas mais do que o tema em si, cabe ao professor preparar seus estudantes na maneira de pensar sobre o assunto, como se posicionar diante das proposições e deixar claro e de forma objetiva os seus argumentos, valendo-se das crenças e valores e dando uma possível solução para o tema.

Faça simulados com frequência

Ter a chance de fazer simulados do Enem vai ajudar os alunos a entenderem o estilo de questões, temáticas e também a identificar quais as matérias que precisam de mais dedicação nos estudos – isso pode variar de aluno para aluno, dependendo da sua dificuldade.

Além disto, a dica é utilizar o mesmo tempo de prova para que cada estudante possa aprender a gerenciar o tempo de resposta nas questões.

A cada simulado a gestão escolar pode inserir questões utilizadas em anos anteriores, temas de redação similares aos que já foram trabalhados e seguir o mesmo padrão de horário, para gerar entendimento por parte do aluno em como o processo funciona.

Entenda a realidade do aluno em casa

Estudar em casa pode não ser tão fácil para alguns alunos, por isso, é essencial buscar estratégias que alcançarão a todos.

A realidade imposta pela pandemia do coronavírus trouxe à tona diferentes visões a respeito de como os alunos podem e conseguem estudar em casa. Isso gerou, também, uma nova maneira de se dedicar aos conteúdos. 

É essencial, por exemplo, que todos os alunos recebam as vídeo aulas, que podem ser síncronas (aulas em tempo real, onde professor e aluno precisam estar em ambiente virtual ao mesmo tempo) ou assíncronas (aulas gravadas). 

Visto que nem todos possuem essa disponibilidade, o professor pode gravar as aulas em formato de vídeo ou podcasts, por exemplo, e gerar material complementar com diversos exercícios.

O mais relevante neste momento é alinhar junto à gestão escolar quais estratégias serão utilizadas levando em consideração o grupo de alunos.

Promova debates sobre atualidades 

Estar bem informado é condição essencial neste contexto. A fim de preparar seus alunos para que se saiam bem no Enem, o ideal é promover rodas de conversa sobre os assuntos mais comentados nos noticiários, redes sociais e demais veículos de comunicação que busquem mostrar a realidade, tanto na esfera nacional, quanto internacional. 

Temas como política, educação, saúde, mobilidade urbana, diversidade e governança pública são alguns exemplos. Vale lembrar que a elaboração da prova do Enem é feita com certa antecedência, portanto, dificilmente serão abordados temas muito recentes. Leve essa como mais uma das valiosas dicas para o enem!

Integre os professores 

Ao abordar a questão da interdisciplinaridade entende-se que deve haver a integração entre os professores das diferentes áreas de conhecimento, para que as atividades propostas estejam em consonância e alinhadas. 

Este tema tem como principal responsável a gestão pedagógica das escolas, mas sem o interesse e engajamento dos professores, as interações podem não ser promissoras. 

Além das dicas para o Enem, lembre-se dos erros!

Devido ao nível de estresse natural que os candidatos e professores passam durante o processo, alguns erros podem ser cometidos. Portanto, é importante se atentar, evitando erros e tornando esse momento o mais tranquilo possível.

Uma boa dica é estabelecer um planejamento de estudos de trás para a frente, ou seja, colocar a data da prova e todos os temas que devem ser estudados por dia até o dia atual. 

Assim, é possível verificar quantas horas além da aula é preciso separar para os estudos. Quanto mais cedo o aluno se organizar neste sentido, mais tempo para estudar ele terá.

as escolas e professores devem estruturar a carga horária dos conteúdos. Promover atividades como redação e simulados de forma sistemática, a fim de evitar atropelos de última hora que podem gerar esgotamento e cansaço aos alunos.

Agora que você já conhece ótimas dicas para o Enem, que tal ficar por dentro de  como o SAS Educação pode te ajudar neste momento? 

Como uma plataforma educacional que busca estar sempre à frente das demandas no mercado educacional, o SAS Educação, por meio de parcerias e ao lado dos gestores escolares, possui diversas soluções direcionadas aos seus desafios e a implementar um Ensino de Excelência sem alterar a essência da sua instituição.

Para conhecer mais sobre o que o SAS pode fazer por sua escola, clique aqui! Além disso, que tal saber mais sobre as novas tecnologias na educação? Pode ser mais uma ideia para ajudar os alunos a se prepararem para o Enem!