Atualizado em 28 de setembro | 2020 por SAS

Fazer o bom uso da tecnologia digital é ensinar o aluno a adquirir mais autonomia, valorizando o seu potencial e o incentivando na criação de possibilidades para a construção do conhecimento. Com esse objetivo, o Centro de Ensino Facex, de Natal (RN), desenvolveu um projeto para instigar os estudantes do 4º e do 5º ano a interagirem com a plataforma adaptativa e gamificada Eureka!, como forma de praticar o que aprenderam em sala de aula.

Eureka! SAS, a nova plataforma de atividades gamificadas e adaptativas

A atividade foi conduzida pelas professoras Cristiane dos Santos Silva, Raquel Viana Lima e Ellen Karoline do Nascimento França, que organizaram rodas de conversas com os alunos a partir da análise dos resultados obtidos dos relatórios de desempenho da turma, destacando as questões com maiores índices de erros. Com isso, o intuito da escola é incentivar o aluno a praticar os conhecimentos de Matemática no laboratório de informática e proporcionar um aprendizado significativo e prazeroso, o que gera bons resultados nas provas. Segundo relatos das professoras, o aluno é desafiado a resolver exercícios e inserido em situações que exigem estratégia autônoma e autoavaliativa para resolvê-los.

Depois da realização de cada capítulo estudado em sala de aula, o professor solicita aos alunos que resolvam a tarefa em casa, e, após a conclusão da atividade, são expostas, no mural da recepção do colégio, fotos e lista com nomes dos alunos que se destacaram na atividade. Quando cada livro didático é concluído, há a apresentação do aluno destaque, ou seja, o aluno que alcançou a nota máxima em todos os capítulos. E, para incentivar, cada vez mais, o aluno a manter-se conectado à ferramenta digital, é emitido um certificado reconhecendo seu esforço e dedicação.

Conheca mais sobre o Eureka! SAS!

Com uma nova forma de aprender, a aluna Letícia Torres se sente feliz em ter o apoio da plataforma adaptativa Eureka!, pois esta é uma ferramenta que a ajuda a sanar as suas dúvidas por meio dos vídeos disponíveis no exercício. Os pais também ficam satisfeitos ao verem seus filhos evoluindo nos estudos. A mãe de Lucas Abreu, dona Camila Abreu, afirmou que o Eureka! contribui para a criança relacionar e pensar, de forma prática, os exercícios de cada capítulo.

Alinhados à BNCC, os alunos desenvolveram a competência cultura digital, uma vez que produziram conhecimentos e aumentaram o pensamento criativo, sendo protagonistas na hora de resolver as situações-problemas na disciplina de Matemática.

Texto: Danielle Rodrigues e Tatiany Bezerra.